Corinthians vence fora, segura Grêmio na briga pelo título e respira aliviado no Brasileirão

MIDIAMAX/AGêNCIA ESTADO


Em jogo marcado por duas expulsões, o Corinthians foi valente e venceu o Grêmio por 1 a 0 neste domingo, fora de casa, em partida da 34ª rodada do Brasileirão. O time alvinegro jogou praticamente desde o início da partida com um jogador a menos e foi pressionado durante quase toda a partida, realizada com o campo encharcado e debaixo de chuva na Arena do Grêmio. O único gol da partida foi marcado por Ángel Romero, no primeiro tempo. Foi apenas a quarta vitória da equipe paulista longe de seus domínios na competição.

O Corinthians chegou aos 44 pontos e praticamente afastou o risco de rebaixamento. Já o Grêmio estacionou nos 59 pontos, mas mantém esperanças pelo título. Com a pausa para a Data Fifa, o time do Parque São Jorge volta a campo em 25 de novembro, quando enfrentará o Bahia, na Neo Química Arena. No dia seguinte, o tricolor gaúcho fará confronto direto com o Atlético-MG, em Belo Horizonte.

O técnico Mano Menezes promoveu várias mudanças no time do Corinthians para este domingo. O treinador colocou no banco Fábio Santos e Yuri Alberto, alçando Matheus Bidu e o jovem Wesley ao time titular, além de armar a equipe com três zagueiros. O plano de fortalecer a defesa foi para o espaço logo aos oito minutos do primeiro tempo, quando Bruno Méndez deu entrada forte em Lucas Besozzi e foi expulso após o árbitro Rodrigo José Pereira de Lima checar o lance no VAR. Na jogada anterior, os corintianos reclamaram muito de um pênalti em Matheus Bidu.

O gramado da Arena do Grêmio dificultou o trabalho de ambas as equipes. Desgastado pelo show de Roger Waters, o campo também ficou encharcado com a chuva que caiu em Porto Alegre neste domingo. O Corinthians se limitou a ficar na defesa após a expulsão e teve dificuldades de sair em contra-ataque. Em uma das poucas vezes que foi ao ataque, Veríssimo ajeitou para Ángel Romero após cobrança de escanteio e o paraguaio se esticou para mandar para o fundo das redes e fazer 1 a 0, aos 31 do primeiro tempo. O tricolor gaúcho continuou pressionando, mas não conseguiu transformar a superioridade em gols.

Para o segundo tempo, o técnico Renato Gaúcho colocou Ferreira em campo buscando furar o bloqueio corintiano com dribles. Em sua primeira participação, conseguiu falta perigosa que Luis Suárez cobrou com categoria e exigiu grande defesa de Cássio. Os donos da casa continuaram martelando, enquanto o Corinthians quase não passava do meio-campo. O time de Mano Menezes valorizou o resultado fazendo a tradicional cera e buscou ganhar tempo nas poucas vezes em que ficou com a bola.

A chuva apertou na etapa final e o jogo perdeu velocidade. Mano Menezes oxigenou o Corinthians com as estradas de Matheus Araújo e Gustavo Silva, mas com um jogador a menos, havia poucos espaços para lances de ataque. Aos 25 minutos, o goleiro Cássio sentiu um problema no joelho esquerdo e precisou ser substituído por Carlos Miguel.

O Grêmio pressionou bastante e reclamou de pênalti em Suárez. Os gaúchos se revoltaram quando a arbitragem expulsou Bruno Alves direto após entrada por trás em Fagner. Os minutos finais - com direito a 11 de acréscimo - foram de intensa pressão dos gaúchos, mas o resultado persistiu até o apito final.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 0 X 1 CORINTHIANS

GRÊMIO - Gabriel Grando; João Pedro (Fábio e depois Gustavo Martins), Bruno Alves, Kannemann (André Henrique) e Reinaldo; Villasanti, Carballo e Cristaldo; Everton Galdino (JP Galvão), Luis Suárez e Lucas Besozzi (Ferreira). Técnico: Renato Gaúcho.

CORINTHIANS - Cássio (Carlos Miguel); Bruno Méndez, Lucas Veríssimo e Caetano; Fagner, Maycon, Giuliano (Matheus Araújo), Renato Augusto (Gabriel Moscardo) e Matheus Bidu; Ángel Romero (Ruan Oliveira) e Wesley (Gustavo Silva). Técnico: Mano Menezes

GOL - Ángel Romero, aos 31 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Villasanti e Suárez (Grêmio); Caetano (Corinthians), Mano Menezes, Maycon, Ángel Romero, Lucas Veríssimo, Fagner e Ruan Oliveira (Corinthians).

CARTÕES VERMELHOS - Bruno Méndez (Corinthians) e Bruno Alves (Grêmio).

ÁRBITRO - Rodrigo José Pereira de Lima (PE).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 51.842 torcedores.

LOCAL - Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).